terça-feira, 13 de setembro de 2011

Força-tarefa recolhe animais de abrigo irregular em Joinville

Cães e gatos estavam em lugar impróprio na Zona Norte da cidade

Uma casa na Vila Cubatão, zona Norte de Joinville, foi considerada nesta segunda como um problema de saúde pública e se transformou em alvo de uma força-tarefa promovida pelo Ministério Público estadual, com a participação da Polícia Militar Ambiental, Fundema, Secretaria de Assistência Social, Secretaria de Saúde e Frente de Ação de Defesa dos Animais (Frada).

Segundo a promotora Simone Cristina Schultz, desde 2009 a moradora da residência, na estrada Vigorelli, já havia sido notificada de que não poderia continuar a recolher animais e acumular lixo em seu terreno.

Em 2009, após denúncias encaminhadas ao Ministério Público, a Fundema recolheu 48 dos 55 cães que ela abrigava e os animais, alguns subnutridos e doentes, foram levados para um canil provisório na Fundação 25 de Julho, e depois encaminhados para adoção. Mas a moradora insistiu na prática, o que tem gerado reclamações por parte dos vizinhos, que argumentam que o local é um foco de doenças.

Segunda à tarde, sete cachorros, pelo menos sete gatos e outras dez aves estavam na propriedade, em meio à sucata que a catadora de materiais recicláveis recolhe pelas ruas.

— Eu abrigo porque as pessoas abandonam os bichinhos na rua, pobrezinhos —, disse a mulher.

Os cães foram levados para o Centro de Bem-estar Animal, prédio que está sendo concluído pela Prefeitura no bairro Vila Nova. Os cachorros foram acomodados lá provisoriamente.

Segundo o veterinário da Fundema, Luiz Felipe Alessi Jensen, eles foram acorrentados, receberam ração, água, foram examinados e serão desverminados, para depois serem encaminhados à adoção.

Quanto aos gatos, ficou estabelecido que a Fundema terá um prazo de dez dias para providenciar a castração e um local mais adequado para eles.

Fonte: A Notícia

Assista a reportagem no Jornal do Almoço



O grupo Cãopaixão há aproximadamente  um ano e meio tentou monitorar  este local onde o abandono  é constante.  Muitos animais conseguimos retirar daquele local, animais que abandonados eram recolhidos por esta senhora e mantidos  em condições precárias. Apesar de ajudar a alimentá-los com ração e pão que eram levados ao local, os animais não comiam com frequência. Muitas foram as conversas tentando conscientizá-la e nossa tentativa de dar aos bichinhos uma nova chance. Ali os animais  viviam em correntes, na sujeira, na  umidade. Na semana passada foram retirados dois cães , um macho e uma fêmea, que já estão castrados, serão vacinados e estarão para adoção.


Conseguimos ao longo desses meses retirar , castrar, tratar e doar muitos animais. Foram 36 cães e 15 gatos ( filhotes e adultos).
15 gatos  estavam em situação precária, presos , vivendo na sujeira e sem a luz do sol. Foram recolhidos e tratados .  9  gatos foram castrados e devolvidos ao local.
13 gatos e 28 cães adotados.
Queremos que esses animais tenham uma vida mais feliz e digna, que consigam bons lares e sejam tratados com muito amor  e respeito.
Os animais não estão mais lá mas continuam precisando de nossa ajuda. Todos querem uma nova chance!

Nenhum comentário:

Postar um comentário